quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Verbo Atemporal

Como a vela que leva a fumaça
ora cinza, ora preta, vagarinho
para longe ...
O seu perfume viaja quilômetros
e chega a mim aos poucos
e fica.
E de sentir a escuridão se esvai
e aquela solidão temida
se retira.
A luz que outrora apagara
até sempre, desde muito antes,
incendia.

(Débora Paixão)

5 comentários:

Yago Nogueira disse...

Paixão, esse está encantador, sério mesmo, sem palavras. *.*

beijos.

Nane Martins disse...

O amor é mesmo assim, um cheirinho aqui, um aconchego ali, e ILUMINADO.

BJUSS

Rafaelle Melo. disse...

"A luz que outrora apagara
até sempre, desde muito antes,
incendia."

Incendia. Tão forte que parece que nunca mais vai acabar.

Lindo lindo seu poema.
Beijo doce =*

Denise Portes disse...

Gostei muito daqui e já te sigo. Vai visitar meu blog: www.odeliriodabruxa.blogspot.com
Beijo
Denise

Paixão disse...

Obrigada pelo carinho, pelos comentários, pelas visitas ...

isso tudo é muito bom!

beijos