quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Verbo Atemporal

Como a vela que leva a fumaça
ora cinza, ora preta, vagarinho
para longe ...
O seu perfume viaja quilômetros
e chega a mim aos poucos
e fica.
E de sentir a escuridão se esvai
e aquela solidão temida
se retira.
A luz que outrora apagara
até sempre, desde muito antes,
incendia.

(Débora Paixão)

5 comentários:

Yago Nogueira disse...

Paixão, esse está encantador, sério mesmo, sem palavras. *.*

beijos.

Nane Martins disse...

O amor é mesmo assim, um cheirinho aqui, um aconchego ali, e ILUMINADO.

BJUSS

Anônimo disse...

"A luz que outrora apagara
até sempre, desde muito antes,
incendia."

Incendia. Tão forte que parece que nunca mais vai acabar.

Lindo lindo seu poema.
Beijo doce =*

Denise Portes disse...

Gostei muito daqui e já te sigo. Vai visitar meu blog: www.odeliriodabruxa.blogspot.com
Beijo
Denise

Paixão disse...

Obrigada pelo carinho, pelos comentários, pelas visitas ...

isso tudo é muito bom!

beijos