quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Histórico



Não nos fizemos bem
E por fim fizemos as pazes
De malas prontas e amor atrasado
Nos fizemos do que tínhamos
Do pouco aumentado
E do nada que não queríamos


- Débora Paixão

11 comentários:

Alê disse...

Tem amores assim,

Desgastam,

Magoam,


saber a hora de partir, nem sempre é fácil, mas pode ser crucial,


bjkas

Branna disse...

Daí que eu venho aqui e você me lê assim, sem nem pedir lincença...

Só mesmo você.

beijos, ogra.

Mateus Borba disse...

Você é a poeta que faz até a tristeza ser bonita.

Beijos.

Anônimo disse...

"Nos fizemos do que tínhamos
Do pouco aumentado
E do nada que não queríamos"

Bravo!
Parece que é assim que funciona nosso histórico mesmo.

E eu acho que vi um "maracunjá" por aqui. Rs

Anônimo-não-anônimo

Mateus Borba disse...

Tem um selo pra você lá no MelodiaInvertida. Beijos.

Goodkat disse...

Há tempos não venho aqui, mas continua mantendo o padrão, que por sinal, é dos melhores.
Inclusive, aproveito pra avisar que até o final do ano(pelo menos eu espero) será lançado meu primeiro livro de poemas. Estando tudo em ordem, te dou maiores infos.
Forte abraço!

Dri disse...

Fazia tempo que não vinha aqui...
Tô numa correria danada.
O seu blog tá lindo!

Beijos

Malu disse...

Quanta delicadeza e encanto por este espaço.
Palavras adoráveis...
Abraços

Rafael disse...

Adorei seu blog. Te seguindo e sempre estarei por aqui. Dps visite meu blog.

http://deletrasasentimentos.blogspot.com/

Tamára Roots disse...

texto de uma emoção enorme *-*

paz e luz,
http://tamararoots.blogspot.com/

Paixão disse...

:D