segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Apenas o penar que vale a pena


Penso, penso, penso
E de tanto pensar
Desisto

Mas nem sempre é isto

Às vezes pensar é breve
E antes de cansar
Arrisco

E tudo fica mais leve

Pensar muito me pesa
Mas penso, penso
E peno

Que o penar daquele que pensa, ao pesar o torna pleno.


- Debora Paixão

7 comentários:

Branna disse...

"Que o penar daquele que pensa, ao pesar o torna pleno."


Esta plenitude me encanta, mas devo assumir que ultimamente ando desistindo...


beijos, ogra!

Anônimo disse...

"Pensar muito me pesa
Mas penso, penso
E peno"

É bem assim que funciona mesmo!! Uma lindeza isso, Débora...

Um beijo*

Marília :)

Anônimo disse...

Parabéns não só por esta, mas todas poesias tão inspiradas que posta aqui. Expressar sentimentos em palavras é um dom que encanta, pois tem o poder de fascinar momentos que seriam apenas mais um, e passam a ter outra forma quando são completados por alguém que faz esta diferença. Eu coloquei o link daqui no post do meu blog! E, mude o que precise ser mudado sempre, mas nunca perca estes valores tão lindos e tocantes que tem...algumas coisas na vida são para ficar, por algum motivo nunca devem deixar de existir. Você é uma garota iluminada, teu potencial chega a brilhar...teu futuro será tão maravilhoso, quanto faz o presente ser...aliás presente é tê-la fazendo parte das nossas vidas!
Beijo,
Alfons Junior

deia.s disse...

"E tudo fica mais leve."
Pensar às vezes me pesa também, mas alivia, depois!

(F)

http://amar-go.blogspot.com/

Mao Punk disse...

Desculpe a coisa aqui escrita sem quaisquer belos ornamentos :

Você é foda!

Nem tenho o que falar, viu!

GLÁUCIA disse...

Tão essencial....e tão vasto!!! Simples e lindo. Amei!!! Sou sua fã!!

Paixão disse...

Obrigada meu queridos!
Obrigada por ler, por não me deixar sozinha, enfim ... rs

beijos!