sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Borboleta


Uma borboleta
AMARELA
Pousou na minha janela
Ela tão linda era
Que até você
Iria amar ela

Embora o correto seria
AMÁ-LA
Não vejo sentido
Concreto
Já que na mala se guarda
O que se pode ter perto

Voou pelo céu aberto
A borboleta AMARELA
Em seu caminho incerto
Só as nuvens tocam nela

- Débora Paixão

5 comentários:

Alê disse...

Cheia de vida: borboleta amarela

Mateus Borba disse...

Esse "Só as nuvens tocam nela" dá uma vontade de ser leve.

Beijo.

Thiara da Silva disse...

que lindo *-*

Luiza Vinhosa disse...

Simples e lindo!
Adorei o jogo de palavras!

Beijos

Paixão disse...

Muchas gracias :D

beijo!!!!