quinta-feira, 1 de março de 2012

Não dá pra não ser




Quando eu passar por aquela porta, pode ser que eu me perca. Pode ser que eu me encontre. Pode ser que alguém me encontre ou me perca. Pode ser que eu peça ajuda, ou alguém me peça. Pode ser que algo me impeça. Quando eu passar por aquela porta, passarei sem pressa. Passarei a olhar as coisas que passam. E que ficam. E sentirei falta do que não encontrar no caminho. Pode ser que eu volte. Pode ser que não. Pode ser que seja pra sempre, pode ser é tudo que poderá ser. Pode ser que eu não saiba o que fazer. Pode ser que alguém venha me dizer. Pode ser que eu nunca saiba e pode ser que eu descubra o que sempre soube. Pode ser que jamais saiba o que houve. Pode ser que eu caia e não levante. Pode ser que eu pare na primeira esquina. Pode ser que eu siga adiante. Pode ser que eu ouça. Pode ser que eu veja. Pode ser que aja. Pode ser que seja...

- Débora Paixão

8 comentários:

Anônimo disse...

O ato de passar pela porta implica numa decisão sua...e como sabemos, a vida é feita pelas nossas escolhas. Então, que as portas que se abram para você, sejam sempre repletas das situações que mais acrescentem, e te façam ser uma pessoa ainda mais linda do que já é (se é que é possível!). Eu amo seus textos, poesias, e o modo tão encantador como faz tudo simplesmente ser! Tem um filme conhecidissimo que teve por slogan: "o mundo jamais será o mesmo depois de visto pelos olhos de Forrest Gump"...você me faz sentir algo assim com toda inspiração que traz em cada detalhe de tudo que seja teu. E que esta semana seja perfeita demais para você, afinal sexta que vem, começa o seu ano novo de verdade. Sem você, nada seria igual! E não deixe de escrever sempre que puder aqui Débora! Se cuida, e que o maior presente que ganhe, seja a felicidade de realizar todos teus sonhos e objetivos, pois você merece muito mesmo...e não imagina o quanto queria te dizer muito mais, mas palavras são tão limitadas quando usadas para falar com alguém igual à você. E não vou "assinar" aqui, assim você pode pensar que foi escrito pela pessoa que você gostaria que te escrevesse. Um grande beijo.

Paixão disse...

Muito obrigada mesmo :)
Fácil descobrir quem escreveu, eu já sei rsrs
Desejo o mesmo para você! Que haja luz no seu caminho sempre...

beijos

Fernando Antonio Pereira disse...

Olá! Saudações Literárias.
Passei por aqui e achei muito bem cuidado e interessante o seu espaço.
Parabéns!
Sempre que eu puder voltarei para ver as novidades.

♥ Abraços de Luz ♥
http://iluminandoavida.blogspot.com.br/

Fernando Gonçalves disse...

Olá, parabéns pelo seu blog.
Te convido a conhecer o meu,
http://carmasepalavras.blogspot.com/

;)

Mateus Borba disse...

De um tanto de beleza que enche. Engraçado que acabei de colocar lá um texto falando de porta.

Beijões.

Paixão disse...

:D

Eric Vieira disse...

Suas palavras me fazem inspirar profundamente um ar que não dá vontade de soltar. Um ar que me motiva a escrever ;)

Paixão disse...

Nossa, que bom que inspiro você!
Servir de inspiração para alguém é um lisonjeio :)
Obrigada Eric, de verdade.

Beijos