sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Frigidez Poética

"Quando escrevo
só espero enganar a mim,
mas vocês que lêem
tomam a frente
e vão tomando como verdade
as coisas que acreditam que sinto,
mas eu não sinto nada.
Tenho uma alma vazia,
pois nada em mim permanece,
tudo que chega voa pelos ares,
tudo fica disperso,
sentimentos reversos
pensamentos expressos, apenas.
Tudo que já escrevi
passou um dia por aqui,
mas dentro da minha cabeça.
As coisas que passam no coração
não cabe a mim explicar...
nem posso.
E eu não culpo ninguém por isso.
É uma condição.
Quando a gente lê se identifica,
acredita piamente naquilo.
Eu sempre caio nessas armadilhas,
até mesmo nas que eu mesma faço.
Não acredito em nada enquanto escrevo,
afinal não estou sentindo nada.
Apenas estou tomada pelas palavras...
(Como são poderosas!)
E ainda assim mantenho minha postura,
cética, enquanto estou escrevendo,
mas quando leio...
Ah, nessa hora,
eu começo a entrar em dúvida..."

Débora Paixão

8 comentários:

Sonhadora disse...

Bela Paixão, a paixão não tem dono, nem porque...
É só a Paixão!

E a Débora fala de paixão, como quem fala: "Será que hoje chove?"

Admiro isso, muito!

beijo, linda! :)

Paixão disse...

Oh Sonhadora Gláucia, obrigada!!
é bom ouvir essas coisas de vc que escreve tão bem ...

beijos :*

Bob Marinho disse...

pra mim, é só a efemeridade se fazendo presente...a dimensão do presente é ínfima comparada a passado e futuro...

PS.: continuo lendo direto!
=oP
bjão
=o***********

Paixão disse...

Obrigada Bob!
Beijão :*

Thiago disse...

Poxa, Paixão, não te conhecia, e como vc escreve bem, adorei essas linhas. Confesso que me identifiquei bastante, Essa alma de não sinto nada, mas escrevo tudo me é muito familiar :D
Beijoo

Krystal Troyano disse...

Adoro os textos e já estou seguindo! :)

Paixão disse...

Obrigada Thiago, vc escreve muito bem tbm!

Krystal, obrigada tbm! Fiquei feliz!

Beijos

Carlos disse...

Paixããããoo!!!

Eu escrevi uma vez que "as palavras são caminhos de se perder".

E são mesmo, né? Principalmente pra quem lê.

Saudades de tu, lindona!!